10 SINAIS QUE INDICAM QUE VOCE INTOLERANTES AO GLUTEN muitos destes sintomas podem ser confundidos com outras doenças:

Snap 2015-07-07 at 06.59.27

 

Ser intolerante ao glúten é uma condição cada vez mais comum: a ser afetados por esta desordem são pessoas de todas as idades. Aqui, então, apresentamos quais são os sinais que devem fazer soar o alarme e induzir uma pessoa á efetuar os controlos que tornam possível descobrir a presença real – ou não – de tal intolerância.

O primeiro sintoma qjue deve ser considerado é relacionado aos problemas de digestão, de qualquer tipo que são os seguintes: da prisão de ventre até a diarreia, do inchaço abdominal até o gás, se trata de sinais que devem ser tidos em conta. Mesmo dores de cabeça e enxaquecas pode representar sinais de alarme importante, e é também bom verificar se, depois de consumir uma refeição de glúten, você se sinta cansado e sonolento, possivelmente com uma visão turva.


Quem consome glúten sendo intolerante pode ver suas articulações inchadas; o mesmo se aplica à dor ou inflamação dos quadris, joelhos ou dedos. Ela pode ser diagnosticada com fibromialgia, ou, mais raramente, você pode ter que fazer com fadiga crônica; igualmente a atenção para queratose pilar (o que geralmente é definida como a pele de galinha na parte de trás dos braços), que é formada por causa da falta de ácidos gordos e um não suficiente consumo de vitamina A (quem determina isto é apenas uma má absorção do glúten, que tem o efeito de comprometer a integridade do intestino).

Finalmente, para descobrir se você é intolerante a esta substância também deve prestar atenção para os desequilíbrios dos hormonas de vários tipos (em particular, infertilidade inexplicada e a síndrome do ovário policístico em mulheres) e sintomas neurológicos, como a sensação de perder o equilíbrio ou tonturas. Obviamente, para eliminar qualquer dúvida que não há outra solução senão recorrer aos exames necessários para a presença dessa intolerância de forma segura e incontestável.

 

fonte:http://www.astoupeiras.com

 

Você também vai gostar:

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.

*